Agustina Bessa-Luís (1922-2019)

Agustina Bessa-Luís (1922-2019)

“Desde a estreia, em 1948, com a novela Mundo Fechado, até 2007, ano em que publica o conto infantil “O Dourado”, Agustina construiu uma obra gigante e genial. Romances, contos, peças de teatro, biografias, crónicas, ensaios. Com merecidas distinções.

E, ao segundo romance, Agustina impõs-se como uma das vozes mais importantes da ficção portuguesa contemporânea. Publicado em 1954 , A Sibila inaugura uma escrita elitista, por vezes ilegível, como a própria romancista admite. Quem a sabe ler reconhece a sua “genial complexidade”, a capacidade única em criar universos romanescos de uma sabedoria telúrica, aprendida concerteza nas terras do Douro, onde nasceu e cresceu.”

in http://ensina.rtp.pt/artigo/a-sibila-de-agustina-bessa-luis/

Para saber mais sobre Agustina:

http://www.clabl.pt/pt/

https://anabelamotaribeiro.pt/25862.html

https://expresso.pt/cultura/2019-06-03-Morreu-a-escritora-Agustina-Bessa-Luis

Infelizmente, hoje anuncia-se a morte de “uma grande senhora das letras portuguesas” (e universais, acrescentamos nós).

Share