Prova interconcelhia de leitura e Seomara da Costa Primo

Os alunos do concelho, participantes na prova, na escola Seomara da Costa Primo na Amadora
Os alunos e os professore bibliotecários, antes da prova no passado dia 20 de abril
No auditório da escola
António Jorge Serafim contador e animador de histórias https://www.instagram.com/antoniojorgeserafim/

Deixamos aqui a ligação à conta de instagram de António Serafim para, se quiserem , visitarem e conhecerem.

Como sabem, tivemos um vencedor que passou à prova final do Concurso Nacional de Leitura deste ano:

o aluno Isaac Cristóvão, do 1º ciclo do nosso agrupamento . Ficámos muito orgulhosos!

Podem ver mais fotografias no facebook da Biblioteca Voadora. https://www.facebook.com/biblioteca.voadora.3



Imagem do Concurso

Ainda uma nota:

Quem foi a pessoa que dá nome ao agrupamento de escolas que acolheu e organizou a prova interconcelhia de Lisboa e Vale do Tejo?

Seomara da Costa Primo

Nasceu em Lisboa em 10 de Novembro de 1895 e faleceu na Amadora a 2 de Abril de 1986.

Distinguiu-se como professora do Ensino Liceal e do Ensino Universitário, investigadora nas áreas das Ciências Naturais e da Educação. Foi ativista do movimento associativo do professorado do ensino liceal.

Foi a primeira mulher a doutorar-se em Ciências. o que lhe valeu a divulgação do ocorrido na imprensa quotidiana bem como o acesso à cátedra de Botânica na Faculdade de Ciências de Lisboa em 1943.

É de sua autoria o seguinte texto:

 “Quanto mais esclarecida (…) for [a mulher], tanto mais elevará a sua missão de mãe. A cultura nunca fará mal às raparigas. Poderá resultar melhor até, porque é a mulher, de facto, quem exerce mais influência no espírito dos filhos. Fomentar, pois, a sua cultura, elevar a sua mentalidade, é pedra de toque de um país verdadeiramente civilizado”

Foi autora de diversos compêndios para o Ensino Liceal, de Botânica, de Biologia e de Zoologia – profusamente ilustrados com aguarelas e carvões executados por si – que acompanharam gerações de alunos do Ensino Liceal, entre os anos trinta e setenta. O seu gosto pelo desenho e pela pintura permite encontrar no seu espólio um número muito significativo de aguarelas, representando plantas e animais.

Este espólio pertence à escola que tem o seu nome e é visitável.

(texto adaptado da Wikipédia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.